Orientações e dicas

Por: - Cirurgião vascular - CRM/DF 10.711
Publicado em 22/08/2019

Conheça os hábitos que favorecem o aparecimento de varizes

Conheça os hábitos que favorecem o aparecimento de varizes

Fatores hereditários são uma das principais causas para o aparecimento de varizes, mas o problema também pode ocorrer devido a hábitos de vida prejudiciais à saúde, mesmo para pacientes que não possuem histórico familiar da doença. Isso porque o estilo de vida influencia diretamente a saúde de nossa circulação sanguínea e pode contribuir para o aparecimento das veias varicosas.

Ouça este conteúdo: 

 

As varizes surgem quando as veias perdem sua elasticidade, impedindo o fechamento das válvulas venosas que levam o sangue de volta ao coração. Com o fechamento ineficiente das válvulas, o sangue não consegue fazer o caminho reverso e passa a se concentrar nas veias, principalmente dos membros inferiores, o que provoca dilatação, ocasionando as varizes.

Quais são os sintomas das varizes?

Nos estágios iniciais, as varizes, geralmente, não apresentam sintomas além das veias dilatadas que aparecem na superfície da pele. Contudo, em casos mais acentuados, a doença provoca sintomas que vão além do desconforto estético. Conheça os principais:

  • dor e queimação;
  • sensação de peso;
  • inchaço;
  • coceira;
  • pele seca.

Quais hábitos favorecem o aparecimento de varizes?

Apesar de alguns fatores de risco, como o sexo, idade e predisposição genética favorecerem o aparecimento das varizes, a doença nem sempre é causada por condições imutáveis. Em muitos casos, o problema está relacionado a hábitos de vida não saudáveis que comprometem o funcionamento do sistema circulatório. Saiba quais são eles:

 

Sedentarismo

A falta de exercícios físicos faz com que as paredes das veias percam resistência, além de desestimular a panturrilha, que funciona como uma espécie de coração da perna, responsável por bombear o sangue de volta ao coração. A pouca movimentação dos membros inferiores torna o retorno do sangue cada vez mais difícil, favorecendo o aparecimento de varizes.

 

Imobilidade

Em diversos tipos de emprego, as pessoas trabalham a maior parte do tempo sentadas, sem o estímulo necessário para o retorno do sangue ao coração. A permanência na mesma posição dificulta o correto funcionamento do sistema circulatório e aumenta as chances de o paciente desenvolver varizes. Passar muito tempo em pé na mesma posição, como é o caso de algumas profissões, também favorece o aparecimento de varizes.

 

Obesidade

O excesso de peso pode sobrecarregar o sistema circulatório, fazendo com que as veias precisem trabalhar com mais força para garantir o retorno do sangue ao coração. Em muitos casos, as veias não conseguem realizar sua função de maneira adequada e, com o passar do tempo, elas dilatam e ocorre acúmulo de sangue nos membros inferiores do corpo, resultando nas varizes.

 

Tabagismo

As substâncias presentes no cigarro deixam o sangue com consistência mais viscosa e danificam as paredes dos vasos. Com maior dificuldade para o sistema circulatório, as veias se tornam menos elásticas e mais propensas à dilatação, aumentando as chances de que o paciente desenvolva varizes.

 

Como prevenir as varizes?

Mudar o estilo de vida é o primeiro passo para prevenir o aparecimento de varizes ou evitar que o problema se agrave. Confira o que você pode fazer!

  • mantenha uma alimentação equilibrada;
  • pratique exercício regularmente;
  • procure manter o peso ideal;
  • corte o cigarro;
  • evite ficar muito tempo na mesma posição;
  • eleve as pernas algumas vezes durante o dia;
  • durante o expediente, levante-se e faça pequenas caminhadas.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite para conferir as principais dúvidas sobre varizes esclarecidas pelo Dr. Rodolpho Reis. E para continuar acompanhando nossas dicas e novidades, siga-nos no Facebook e Instagram. Até a próxima!

< Voltar

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.


Material escrito por:
Cirurgião vascular - CRM/DF 10.711

Formado em medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, é especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular. O médico é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Dedica-se ao estudo e manutenção de acessos vasculares para tratamentos como hemodiálise e quimioterapia, além do tratamento de varizes e fleboestética (cirurgias, microcirurgias, laser e espuma densa).

 

Você pode se interessar também por: