Procedimentos e exames

Cirurgia de varizes (método convencional e endolaser)

Há varizes que não é possível tratar pelas técnicas minimamente invasivas disponíveis na cirurgia vascular. Nesses casos, é indicada a cirurgia de varizes pelo método convencional e endolaser.

Cirurgia de varizes convencional

A cirurgia de varizes convencional para a retirada de veias safenas comprometidas consiste na realização de duas incisões na pele, uma na região da virilha e outra na parte interna do joelho, ou na parte interna anterior do tornozelo. A safena é identificada nesses pontos e isolada, sendo feito um pequeno orifício na parte distal da veia, introduz-se internamente um fino cabo de aço por toda a extensão da mesma até a virilha, onde é realizado a ligadura e o corte da veia, fazendo-se em seguida a sua extração no sentido de cima para baixo.

Cirurgia de varizes por endolaser

A cirurgia através do endolaser (laser endovenoso) é um método minimamente invasivo, no qual a cirurgia é realizada para tratar dilatações venosas, principalmente nas veias safenas e veias perfurantes. Ocorre a obliteração da veia pela energia do laser, sem a necessidade de remoção cirúrgica. É realizada uma punção com agulha ou uma pequena incisão na pele, através da qual é introduzida uma fibra óptica diretamente na veia. Os pulsos de energia do laser são liberados ao longo da veia para promover a oclusão total da mesma. Esta técnica permite a possibilidade de tratamento com anestesia local com sedação leve em muitos casos, sem necessidade de internação prolongada ou anestesias mais complexas.

Indicações da cirurgia de varizes

Cirurgia de varizes

As varizes são veias insuficientes, que se tornam dilatadas e tortuosas devido a problemas que ocorrem no retorno do sangue das pernas para o coração. Têm a coloração azulada e são facilmente notadas sob a superfície da pele. São mais frequentes nas pernas e pés.

As complicações que impedem o sangue de fluir naturalmente pela veia e dão origem às varizes fazem com que o vaso perca sua função e podem evoluir, e causar doenças mais graves. A cirurgia de varizes é o tratamento indicado quando as veias já não conseguem fazer o sangue voltar para o coração, sofreram dilatação, estão tortuosas, em alto relevo e não tem como ser tratadas pela escleroterapia.

É pelo exame clínico e pela ultrassonografia venosa que o cirurgião vascular faz o mapeamento preciso das veias varicosas e obtém as informações necessárias para definir o método cirúrgico recomendado para cada caso.

As varizes têm causas variadas. Possui maior chance de desenvolvê-las pessoas cujos familiares apresentam a condição. Associado a isso, o sedentarismo, a obesidade, as variações hormonais das mulheres e os hábitos ruins, como não praticar atividades físicas, aumentam as chances de as varizes surgirem. O ideal é consultar um cirurgião vascular quando as primeiras varizes aparecem para receber as orientações sobre cuidados e prevenção, e evitar que o problema ganhe maiores proporções.

< Voltar

WhatsApp