Orientações e dicas

17/07/2017

Como se formam as varizes?

Como se formam as varizes?

Saber como se formam as varizes, geralmente, é uma preocupação que surge somente depois que a condição já se estabeleceu e quando já exige atenção e tratamento. Poucas pessoas procuram entender como as veias dilatam e causam sintomas como inchaço, sensação de peso e cansaço nas pernas antes desses sinais se manifestarem no corpo.

O que acontece é que o sangue, bombeado pelo coração, é levado para todo o organismo por intermédio das artérias. Esse sangue nutre as células, para que possam desempenhar suas funções, e depois retorna aos pulmões para receber oxigênio. É papel das veias conduzir o fluido de volta ao coração para ser bombeado novamente.

Essa condução requer um esforço muito grande dos vasos, que podem não executar a tarefa como deveriam, prejudicando o bom funcionamento da circulação. As válvulas venosas, que direcionam o sangue no sentido contrário à gravidade, têm o encargo de maior destaque neste processo. Elas se abrem para dar passagem ao sangue e, em seguida, fecham para impedi-lo de voltar para as pernas e os pés.

Para as válvulas, é mais fácil executar esse movimento quando estamos deitados ou com as pernas erguidas. Nessas posições, a força que elas têm de despender para abrir-se e fechar-se é menor do que a necessária para realizar a manobra quando estamos em pé ou sentados.

Permanecer com as pernas na posição vertical pode sobrecarregá-las, ao ponto de a carga extra prejudicar a circulação. Além disso, há vários outros fatores que podem danificá-las, como a idade, a genética e a perda da elasticidade.

Quando as válvulas não se fecham corretamente, deixa de haver um obstáculo para impedir o sangue de descer às pernas. O fluido começa a se acumular na veia e a pressão exercida nas paredes do vaso faz com que ele se dilate. É esse alargamento anormal que provoca a formação das varizes.

O que mais é preciso saber sobre como se formam as varizes

As veias acometidas no processo de como se formam as varizes são as superficiais da pele, conhecidas como subdérmicas. Isso não quer dizer que as veias profundas estão livres de qualquer problema. Na verdade, as condições a que estão sujeitas são outras. Às vezes, até mais graves.

Para evitar surpresas desagradáveis, o melhor é realizar um check-up vascular anualmente. Além de diagnosticar as varizes, esse cuidado permite que outras doenças, mais perigosas para a saúde, sejam detectadas precocemente e deixem de ser um risco. Mesmo que você duvide de que precise agendar uma consulta com um cirurgião vascular, vá ao médico. Esta também é uma forma de prevenir as varizes.

< Voltar