Orientações e dicas

26/09/2017

Devo usar cremes para varizes?

Devo usar cremes para varizes?

Existem uma infinidade de cremes para varizes que garantem melhorar a circulação sanguínea e aliviar os sintomas mais comuns relacionados à condição. Mas será que eles realmente cumprem com o que dizem?

Um grande número de pessoas acredita que sim. Contudo, antes de ir comprar qualquer um deles porque a amiga da tia da vizinha usou e disse que a ajudou muito, é preciso conhecer alguns fatos.

Primeiro, é necessário compreender quais substâncias esses cremes para varizes contêm. Cânfora e menta são algumas delas. Essas duas, geralmente, são usadas porque conferem a sensação de frescor aos produtos a que são associadas. No entanto, a eficácia da cânfora e da menta no tratamento das varizes não foi comprovada por nenhum estudo científico.

Outra planta usada na fabricação de alguns cremes para varizes é a Centella asiática, muito conhecida como um estimulante natural da circulação. Porém, o número de pesquisas que determinam os benefícios de utilizá-la para tratar as varizes são muito baixos. Além disso, as que existem, referem-se apenas ao uso na forma oral. Nenhum comenta sobre as vantagens da utilização da centella asiática em cremes.

Por último, há a castanha da índia, também presente na composição de alguns cremes usados pelas pessoas como alternativa de tratamento para as varizes. Sua utilização realmente parece reduzir a sensação de dor e inchaço provocada pelas veias com mau funcionamento, segundo alguns estudos feitos com o uso oral da castanha. Não há nenhum registro confiável sobre sua eficácia na forma de creme.

Cremes para varizes: será uma boa opção?

Com essas informações, talvez já seja possível ponderar  sobre o uso de cremes para varizes. Mas para confirmar que a decisão a que se chegou é a mais adequada, o melhor é conversar a respeito com um cirurgião vascular. Principalmente se há varizes nas pernas e nenhuma consulta médica foi feita para cuidar da situação.

As varizes ou vasinhos surgem devido à alterações que ocorrem nas paredes das veias e é improvável que elas retornem ao normal. Os tratamentos mais recomendados para esses casos são escleroterapia ou cirurgia. Eles eliminam os vasos sem funcionamento para restabelecer as boas condições da circulação sanguínea e evitar que um problema maior surja.

Existem complicações que podem surgir em função da existência de varizes que são muito mais difíceis de curar. Além disso, é um risco que deve ser evitado, sempre que possível. E, em se tratando de varizes, há como contornar o problema. Converse com um cirurgião vascular para tomar uma atitude segura.

< Voltar

WhatsApp