Orientações e dicas

20/04/2016

Meias elásticas para tratamento das varizes: principais dúvidas

Meias elásticas para tratamento das varizes: principais dúvidas

Quando as varizes surgem, muita gente se lembra que poderia ter tentado evitá-las se tivesse tido o cuidado de usar meias de compressão. Será mesmo? O fato é que, por muito tempo, as meias são considerado um meio eficaz de prevenir ou tratar varizes. E ainda é recomendada em situações específicas, que dependem da avaliação do cirurgião vascular para ser, realmente, prescritas como um tratamento eficaz.

Em geral, as meias de compressão tem, sim, a capacidade de até prevenir as varizes, desde que sejam usadas por indicação e orientação médica. Principalmente porque há mais de um tipo e cada um é recomendado para um caso específico. É aconselhável que as meias de compressão suave, por exemplo, sejam usadas para prevenir problemas como varizes e vasinhos. As meias de compressão média usualmente são prescritas para quem já tem varizes e, por fim, as de alta compressão são as que tratam os pacientes que tiveram trombose venosa ou problemas linfáticos mais graves.

Indicações de uso das meias elásticas para tratamento das varizes

Usar as meias elásticas nem sempre pode ser a coisa mais confortável desse mundo. Elas podem incomodar e esquentar, mesmo assim são importantes para a saúde, pois têm a finalidade de ajudar a bombear o sangue que circula nas pernas de volta para o coração e aumentar a velocidade da circulação no interior das veias. Ao estimular o bom funcionamento da circulação sanguínea, também colaboram para evitar, diminuir ou eliminar a sensação de peso e cansaço nas pernas quando são utilizadas diariamente.

As meias elásticas para tratamento das varizes só não devem ser usadas por pessoas que tenham problemas nas artérias das pernas, disfunções cardíacas, sejam diabéticas com problemas acentuados e possuam micro angiopatia, entre outros. Como é preciso ter cuidado, consultar o médico antes de começar a utilizá-las é sempre a escolha mais adequada. Ele saberá definir, além do tipo, qual comprimento de meia é o melhor para o tratamento: meias 3/4, 7/8, tradicional ou a antitrombo para fim específico de prevenção da trombose.

A meia antitrombo cobre os pés, batata da perna e, també, pode cobrir as coxas. O comprimento da 3/4 é até dois dedos abaixo do joelho. A 7/8 vai até o meio da coxa e a tradicional possui o estilo meia-calça que todos conhecem (dos pés até o umbigo).Tão importante quanto o tipo e comprimento, porém, também são o tecido utilizado, o aspecto estético que detém e a durabilidade.

Por que as meias de compressão são um auxílio eficaz

Em cada estágio do problema circulatório, o médico pode indicar o uso de um ou de outro modelo de meias elásticas. Basicamente, para que a meia elástica faça uma pressão homogênea nas pernas. Com isso, o sangue corre com mais velocidade de volta para o coração, para onde deve retornar após circular pelas pernas.

A pessoa para quem há indicação de uso das meias elásticas para tratamento das varizes deve ficar o dia inteiro com elas. Ou seja, depois de vesti-las, logo após se levantar, pela manhã, somente irá retirá-las quando for tomar banho e dormir, ao fim do dia. É possível passar a noite sem as meias porque o sangue flui normalmente quando se deita.

O problema na circulação é maior quando se está em pé e a gravidade dificulta o retorno do sangue para o coração. Esse é um fator que causa o inchaço e facilita o surgimento das varizes. Outro é o histórico familiar. É bom conversar com o cirurgião vascular para avaliar o caso quando o desconforto aparece, descobrir a causa e fazer o tratamento correto. Associado a outros cuidados, como alimentação equilibrada e atividade física, esta é uma maneira eficaz de cuidar da saúde.

< Voltar

Você pode se interessar também por: