Orientações e dicas

12/09/2017

Varizes não surgem só nas pernas: veja outros locais em que elas também aparecem

Varizes não surgem só nas pernas: veja outros locais em que elas também aparecem

As pernas são a região do corpo onde as varizes aparecem com maior frequência. Em grande parte porque é mais difícil para o fluxo sanguíneo circular no sentido contrário ao da gravidade (de baixo para cima). Isso exige um esforço maior do organismo e quando as veias não estão com a estrutura em perfeito estado, elas cedem à pressão que o sangue exerce em suas paredes, facilitando o surgimento das varizes.

Embora os membros inferiores sejam os que mais sofrem com o problema, há a possibilidade de as varizes surgirem em outras regiões do corpo. Alguns dos locais onde as varizes aparecem, também, são a face, o colo, os seios, o abdômen, as costas e os pés. É fácil identificá-las devido à uma característica muito marcante: o tom avermelhado ou arroxeado que a pele assume quando as veias estão com sangue acumulado dentro delas.

Aspecto dos locais onde as varizes aparecem

A aparência dos locais onde as varizes aparecem também muda conforme o tipo de variz. Apesar de a coloração ser uma das coisas que permite identificá-las facilmente, existem outros aspectos que possibilitam observar com maior segurança que a saliência percebida trata-se de uma variz.

Os vasinhos são mais finos. Não possuem mais do que um milímetro de diâmetro e, geralmente, são os que adotam um tom próximo do vermelho e do roxo. Na grande maioria dos casos, eles se formam devido a uma predisposição genética. Ou seja, filhos de pais que possuem varizes têm maior chance de desenvolver o problema.

Outros fatores que também contribuem para a formação dos vasinhos são problemas hormonais, gravidez, o uso de pílula anticoncepcional, a obesidade, o tabagismo e o sedentarismo.

Em poucos casos, pessoas com vasinhos sentem dor. Dificilmente eles sinalizam a existência de um problema maior de saúde. Ainda assim, é preciso procurar um cirurgião vascular para fazer uma avaliação e um tratamento.

É importante ter orientação médica especializada, inclusive, para identificar qual é o tipo de variz em questão. O calibre é uma boa forma de diferenciá-las. O das  microvarizes é um pouco maior. Varia entre um e três milímetros. A cor que assumem também é diferente. Aproxima-se do azul ou azul-esverdeada.

O tom azulado também é característico das varizes. Com mais de três milímetros de diâmetro, esse tipo de variz é a que pode causar a maior parte dos sintomas relacionados a ele. Além disso, é o que possui maior chance de evoluir para complicações maiores caso não seja tratado.

Existem muitas formas de solucionar as varizes. Na hora de indicar o mais adequado para cada caso, o cirurgião vascular sempre considera o estado geral de saúde do paciente e suas preferências pessoais. Conversar com o médico de confiança é o caminho mais seguro para eliminá-las.

< Voltar

WhatsApp