Orientações e dicas

Publicado em 01/12/2018 - Atualizado 10/12/2018

Dr. Luis Fernando de Carvalho Responde: Qual período para fazer um novo tratamento de varizes?

Dr. Luis Fernando de Carvalho Responde: Qual período para fazer um novo tratamento de varizes? Atualizado 10/122018

Você sabia que, após passar por um tratamento de varizes, é possível que as veias varicosas voltem a aparecer? Essa situação não diz respeito às varizes que foram tratadas, pois essas são tratadas. São fatores, como o histórico familiar, que favorecem a predisposição para o surgimento de novas varizes, apontando para a necessidade de realizar um novo tratamento.

E é muito comum surgir a dúvida: após quanto tempo devo realizar outro tratamento para varizes?

Conversamos com o Dr. Luis Fernando de Carvalho Bastos (CRM/DF 11.886), médico especialista em cirurgia vascular. Ele explica as principais dúvidas sobre sobre a periodicidade correta para os tratamentos de varizes. Confira:

Qual a melhor maneira de escolher um tratamento para varizes?

Dr. Luis Fernando de Carvalho – O tratamento de varizes atual consiste em técnicas cirúrgicas e procedimentos realizados no consultório médico. Dessa maneira, a indicação correta do tratamento será validada pelo angiologista ou cirurgião vascular, de acordo com as características dos vasos, exames complementares e queixa do paciente. Assim, após a coleta dos dados, o especialista poderá discutir com o paciente sobre o melhor tratamento a ser feito e os respectivos resultados esperados.

Qual o período necessário entre um tratamento de varizes e outro?

LFC – O período necessário entre um tratamento de varizes e outro irá depender do tipo de vaso e da respectiva técnica utilizada. Os procedimentos atuais costumam apresentar resultados duradouros, embora os resultados possam variar de acordo com a tendência e o estilo de vida de cada paciente.

As varizes podem voltar, depois de terem sido tratadas?

LFC – Uma vez em que as varizes são retiradas, são eliminadas por completo.  O que pode acontecer é a formação de novos vasos,que irá depender da genética do paciente e a própria influência do meio, como o uso de hormônios e sedentarismo.  É importante destacar que as varizes são uma doença crônica e o seu surgimento irá depender de diversos fatores.

Caso eu demore a realizar o tratamento, que riscos posso correr?

LFC – A demora no tratamento, normalmente, implica no aumento das varizes e em uma piora estética e clínica, com aumento da frequência e intensidade dos sintomas.

As varizes podem se agravar, se não forem tratadas?

LFC – Podem, por ser uma doença crônica e progressiva, na maioria das vezes, as varizes podem avançar em seus estágios, podendo gerar úlceras nos membros afetados e outras complicações, como flebites.

Quem tem predisposição a desenvolver varizes deve procurar o angiologista de quanto em quanto tempo?

LFC – As pessoas com predisposição às varizes, que já realizaram ou não procedimentos para o tratamento das veias doentes, devem ser acompanhadas pelo angiologista, pelo menos uma vez ao ano. Esse intervalo pode ser menor de acordo com a intensidade dos sintomas ou mesmo pelo desconforto estético causado pelas varizes.

Quem não possui fatores de risco, quando devem visitar o especialista?

LFC – Para as pessoas que não possuem os fatores de risco mencionados ou mesmo predisposições para as varizes, devem procurar o angiologista ou cirurgião vascular quando notar o aparecimento repentino de vasos, inchaço, dor nos membros ou outros sintomas relacionados ao sistema circulatório. A prevenção é o mais importante, cuide-se.

Gostou do artigo? Aproveite para saber sobre varizes acompanhando o nosso blog.

Se você quiser conversar diretamente com o Dr. Luis Fernando de Carvalho, pré-agende sua consulta on-line.

< Voltar

Você pode se interessar também por:

WhatsApp