Orientações e dicas

Por: - Cirurgião vascular - CRM/DF 10.711
Publicado em 15/07/2019 - Atualizado 25/07/2019

Tratamento de varizes masculinas

Tratamento de varizes masculinas

Em comemoração ao Dia Internacional do Homem, celebrado dia 15 de julho, preparamos um artigo especial sobre varizes masculinas, um problema muitas vezes negligenciado por esse público, mas que pode esconder sérias complicações para a saúde. Apesar de atingir predominantemente as mulheres, cerca de 30% dos homens também sofrem com a condição, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.

Ouça este conteúdo: 

 

A proporção é menor, no entanto, não é sinal para descuidar da saúde. Pelo contrário, os homens precisam ficar ainda mais atentos às varizes, já que o problema tende a ser mais grave no público masculino, apresentando veias mais calibrosas e varizes mais grossas

Quais são as causas das varizes masculinas?

A principal causa das varizes masculinas está ligada a fatores hereditários. Se os pais ou familiares próximos do paciente apresentaram o problema durante a vida adulta, as chances de que ele também desenvolva varizes é alta. 

Além disso, fatores relacionados a hábitos de vida prejudiciais podem contribuir para o desenvolvimento da doença. São eles:

  • obesidade;
  • sedentarismo;
  • tabagismo;
  • ficar sentado ou em pé nas mesma posição por muito tempo.

Por que os homens demoram para perceber o problema?

Pacientes do sexo feminino podem identificar as varizes logo nos estágios iniciais apenas observando a aparência dos membros inferiores. Já a identificação das varizes masculinas pode ser mais complicada, uma vez que os pelos das pernas podem esconder o problema por muito tempo. 

Na grande maioria dos casos, os homens só notam a presença de varizes quando os sintomas já se agravaram e o paciente começa a sentir dor, queimação, sensação de peso, coceira e sensibilidade na região. 

O grande problema é que a demora para diagnosticar pode levar ao desenvolvimento de complicações mais graves, como úlcera e trombose, além de impossibilitar tratamentos menos invasivos, já que a maioria dos casos de varizes masculinas exige tratamento cirúrgico. 

Qual a diferença entre varizes masculinas e femininas?

Nas mulheres, as varizes são mais frequentes devido, sobretudo, à gravidez, ação dos hormônios femininos e influência de pílulas anticoncepcionais. Por outro lado, pacientes do sexo masculino não estão sujeitos a esses fatores e ainda possuem a musculatura da panturrilha mais desenvolvida, o que favorece a circulação sanguínea.

Apesar de serem menos propensos ao desenvolvimento de varizes, quando elas surgem nos homens, geralmente, são mais graves em relação àquelas que aparecem nas mulheres. No público masculino, as varizes tendem a ser tronculares, com um diâmetro maior. Ou seja, as veias se dilatam mais e as varizes acabam ficando mais grossas.

Qual é o tratamento indicado?

Embora existam vários tipos de tratamentos para o problema, quando as varizes atingem o público masculino, as opções se restringem, basicamente, a procedimentos cirúrgicos. Isso porque as varizes são mais grossas e, geralmente, o paciente só procura ajuda médica quando o quadro se agrava. Conheça as cirurgias mais indicadas!

  • Cirurgia tradicional

Na cirurgia de varizes convencional, as veias dilatadas são removidas por meio de micro incisões na pele. Para remover as veias doentes, será necessário utilizar um dispositivo parecido com uma agulha de crochet, que poderá extraí-las com eficácia. Caso a veia de safena também esteja comprometida, será necessário retirá-la com uma incisão na pele, feita na região da virilha, e outro pequeno corte na parte interna do joelho ou na parte interna anterior do tornozelo.

  • Cirurgia por endolaser

Além da cirurgia tradicional, é possível optar pela cirurgia feita por laser endovenoso, o qual chamamos de endolaser. Nesse caso, não há necessidade de extrair a veia de maneira cirúrgica, mas o vaso é igualmente eliminado. O método consiste em fazer uma pequena incisão na pele, onde se introduz uma fibra óptica diretamente na veia. Assim, o laser é emitido ao longo da veia doente, promovendo o fechamento total.

Como prevenir as varizes?

Se você possui histórico familiar da doença, muito provavelmente as varizes irão aparecer em algum momento. Contudo, é possível retardar o aparecimento do problema com a adoção de hábitos saudáveis. Já em pacientes que não possuem herança familiar, bons hábitos como a prática de exercício físico e uma alimentação saudável podem mantê-lo livre do problema por toda a vida. 

Gostou do nosso artigo? Aproveite para conhecer os tratamentos que oferecemos para combater as varizes. Lembre-se que buscar ajuda médica o quanto antes é fundamental para garantir o sucesso do tratamento!

< Voltar

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.


Material escrito por:
Cirurgião vascular - CRM/DF 10.711

Formado em medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, é especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular. O médico é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Dedica-se ao estudo e manutenção de acessos vasculares para tratamentos como hemodiálise e quimioterapia, além do tratamento de varizes e fleboestética (cirurgias, microcirurgias, laser e espuma densa).

 

Você pode se interessar também por: