Orientações e dicas

31/08/2018

Você já ouviu falar em crioescleroterapia?

Você já ouviu falar em crioescleroterapia?

A crioescleroterapia é um procedimento indicado para o tratamento de varizes. Assim, a partir do diagnóstico das veias doentes, esse é um tratamento bastante recorrido e que possui grande eficácia para amenizar as veias varicosas e, principalmente, os vasinhos. Vejamos como é seu funcionamento e atuação dentro do quadro de veias danificadas.

Como funciona a crioescleroterapia?

A crioescleroterapia se baseia em um procedimento no qual uma injeção proporcionará uma ação, diretamente, dentro da veia danificada. Assim, a substância contida, que virá resfriada à 40 graus negativos, atua como agente esclerosante e destrói a parte interna do vaso, sendo capaz de eliminar o problema.

A eficácia do procedimento se dá pois o resfriamento atua como analgésico, reduzindo a sensação de dor que o paciente pode sentir ao realizar a crioescleroterapia. Além disso, esse tratamento resulta em um baixo índice de manchas arroxeadas durante a recuperação. Da mesma  forma, poucas aplicações do processo já são suficientes para eliminar as varizes, dependendo do contexto em que se encontram.

Como é a recuperação da crioescleroterapia?

Após o procedimento, a rotina do paciente não será alterada e as atividades normais poderão ser retomadas logo após as aplicações. De qualquer maneira, é importante realizar o acompanhamento com o especialista de maneira periódica.

 

Além disso, é importante que alguns cuidados de prevenção das varizes sejam mantidos, para que os resultados sejam ainda mais eficientes:

 

  • usar meias de compressão: que são bastante eficientes para reduzir a pressão que a gravidade proporciona aos vasos sanguíneos das pernas, facilitando o bombeamento do sangue para o coração e a consequente circulação dentro das veias;
  • manter um peso saudável: já que o acúmulo de gordura no abdômen dificulta o retorno do sangue para o coração, podendo se intensificar na região das pernas, local onde mais progridem as varizes;
  • movimentar-se: pois permanecer muito tempo na mesma posição pode intensificar ou desenvolver o quadro de varizes, já que altera o retorno do sangue das pernas para o coração. Por isso, prática de exercício físico pode ajudar muito;
  • usar calçados confortáveis: a escolha por sapatos que não prejudicam a saúde dos pés e consequentemente das pernas melhora o fluxo sanguíneo até o coração.

Quantas sessões de crioescleroterapia serão necessárias para tratar as varizes?

É importante estabelecer uma conversa sincera com o cirurgião vascular, que irá aconselhar cada caso da melhor maneira possível. No entanto, a crioescleroterapia é um tratamento destinado apenas aos vasos pequenos ou as chamadas “aranhas vasculares”. Dessa forma, caso a necessidade dos cuidados seja destinada a varizes mais calibrosas, é possível que o especialista indique outro tipo de tratamento.

Por isso, é fundamental certificar-se da escolha correta do especialista, verificando suas experiências e atuação no mercado. Assim, vale ressaltar que os tratamentos para varizes devem ser realizados de maneira segura, com médicos cirurgiões vasculares para evitar que qualquer complicação apareça.

Dessa forma, o número de sessões necessárias para tratar o problema será definido pelo profissional, durante a consulta de avaliação. Nesse processo, também será avaliada a condição de saúde do paciente ao longo do tratamento.

< Voltar

Você pode se interessar também por:

WhatsApp